Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

This Logo Viewlet registered to qPloneSkinBusiness4 product

Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Entrada Eventos Conferência Música em Contexto: "O Grito e o Falsetto em Poizat e Artaud. Voz e Fisicalidade."

Conferência Música em Contexto: "O Grito e o Falsetto em Poizat e Artaud. Voz e Fisicalidade."

por Maria João Serrão

O quê
Quando 2011-06-03
de 18:00 até 20:00
Nome do Contacto
Adicionar evento ao calendário vCal
iCal

Ciclo Música em Contexto
Série de Colóquios organizada pelo CESEM e pelo INET-MD

 

O Grito e o Falsetto em Poizat e Artaud.
Voz e Fisicalidade.

por Maria João Serrão

 

Sexta-feira, 3 de Junho de 2011| 18h00
Ed. I&D | Sala Multiusos | 4º Andar
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas
Av. de Berna, 26. Lisboa

 

A voz humana é tão imensa com a própria humanidade; ela pertence ao género humano ao mesmo título que todas as faculdades de que a natureza lhe deu privilégio e assim faz parte dos seus talentos insólitos. Isto subentende que a Voz será objecto de um desenvolvimento de acordo com os ensejos criativos de cada um. Contudo, a sua natureza específica rende-lhe o tributo de ser um dos talentos mais intangíveis entre todos, uma matéria fluida, abstracta, susceptível de atrair adesão e rejeição seja da parte de quem a recebe ou de quem a emite, conforme os critérios de oportunidade e de gosto. Considerações sobre vários usos da Voz no âmbito da criação artística, a partir da análise de Michel Poizat sobre as personagens femininas de algumas óperas como Salomé de Strauss e Lulu de Berg, do agudo ao falsetto, do sprechgesang ao grito, com referências também significantes em pressupostos de Antonin Artaud e formas particulares em compositores dos séculos XX e XXI.

 

Maria João Serrão. Professora Coordenadora com Agregação da Área de Voz / Música da Escola Superior de Teatro e Cinema, do IPL, entre 1985 e 2010. Coordenadora Científica do Mestrado em Artes Performativas da ESTC desde Fev. 2009. Criou o Mestrado em Teatro-Música no 1.º semestre de 2010. Presentemente aposentada. Investigadora e membro do Conselho Científico do CESEM (FCSH/UNL). Diplomada em Canto Superior pelo Conservatório Nacional de Lisboa, com Aperfeiçoamento e Virtuosidade no Conservatoire de Musique de Genève (1976 e 77); Masterclasses de Canto com Elisabeth Grümmer, Hugo Diez, Ernst Haeflieger, Heidi Raymond, Mimi Seiler, Patricia Chiti, Juliette Bise, Ursula Buckel. Diplomas de Maîtrise pela Universidade de Rouen (1992); de Mestrado (1993) e de Doutoramento em Ciências, Técnicas e Estética das Artes - Música (1997), pela Universidade de Paris VIII com a Tese "Constança Capdeville et le théâtre musical au Portugal. La voix contemporaine"  (Bolseira da F. C. Gulbenkian).

Nas décadas de 70 a 90, foi intérprete de música contemporânea  com o GMCL e performer em colaboração com os artistas Gracinda Candeias, João Vieira, Guy Chaplain; com o guitarrista e compositor J. Lopes e Silva e com Eduardo Sérgio e o grupo Amarg’arte. E ainda com Águeda Sena, Madalena Vitorino, Margarida Serrão, Yvon Bayer, Mónica Lapa e Cristina Delius. Interpretou obras de teatro-música de Georges Aperghis, Tom Johnson, Horatiu Radulescu, Vinko Globokar, Michael Finnissy, Paulo Brandão, Jorge Peixinho, Lopes e Silva, Clotilde Rosa, Cândido Lima, Luciano Berio, Bernard van Beurden, Zigmunt Krauze, Pierre-Albert Castanet, em vários concertos e festivais na Europa. Desde 2002, integra o projecto internacional Voyages du Geste, criado pela Compagnie Subito Presto, (França) que promove Encontros de Formação e Criação para jovens profissionais do espectáculo de França, Itália, Bélgica, Líbano, Palestina, Portugal e Bulgária.  Integra a Propositário Azul Associação Artística, membro da Fundação Euro-mediterrânica Anna Lindh.

 

Download cartaz

11_06_03 MJSerrãocartaz.jpeg